Atletas refugiados disputam provas de atletismo na reta final da Rio 2016

Três integrantes da Equipe Olímpica de Atletas Refugiados participam nesta semana das provas de atletismo dos jogos Rio 2016.

Rio de Janeiro, 15 de agosto de 2016 (ACNUR) – Três integrantes da Equipe Olímpica de Atletas Refugiados participam nesta semana das provas de atletismo dos jogos Rio 2016, encerrando a histórica participação deste time nos Jogos Olímpicos.

Nesta terça-feira (16/08), Paulo Lokoro participa da prova dos 1.500 metros, no Estádio Olímpico (Engenhão), a partir das 9h30. Na quarta-feira (17/08), será a vez de Rose Lokonyen, que foi a porta-bandeira da equipe na cerimônia de abertura dos jogos, disputar os  800 metros, a partir das 10hs – também no Estádio Olímpico. Os dois competidores são refugiados do Sudão do Sul e vivem atualmente no Quênia.

No domingo (21/08, último dia dos Jogos Rio 2016), o etíope Yonas Kinde conclui a participação da Equipe Olímpica de Altetas Refugiados ao disputar a Maratona, às 9h30, no Sambódromo. Yonas vive em Luxemburgo.

A Equipe Olímpica de Atletas Refugiados é uma iniciativa do Comitê Olímpico Internacional que conta com o apoio da Agência da ONU para Refugiados (ACNUR). As duas organizações atuam juntas há mais de 20 anos, promovendo os esportes como uma ferramenta de bem-estar dos refugiados, particularmente em relação às crianças.

Nos Jogos Olímpicos Rio 2016, dez refugiados de quatro diferentes países conformaram a inédita Equipe Olímpica de Atletas Refugiados, sendo dois nadadores sírios, dois judocas da República Democrática do Congo e seis corredores africanos (um da Etiópia e cinco do Sudão do Sul). Todos eles deixaram seus países devido a conflitos, perseguições e violações dos direitos humanos, e encontraram refúgio na Alemanha, Bélgica, Brasil, Luxemburgo e  Quênia.

Para apoiar os refugiados com apenas um clique, visite www.comosrefugiados.org ?

Fotos e vídeos do ACNUR sobre a participação da Equipe Olímpica de Atletas Refugiados nos Jogos Rio2016 estão disponíveis no site http://media.unhcr.org. A cobertura do ACNUR está sendo divulgada nos sites www.acnur.org.br e www.unhcr.org, além de oturos canais.

– Pelos blogs: http://goo.gl/A16MvO  

– Facebook: www.facebook.com/AcnurAmericas / www.facebook.com/teamrefugees  

– Twitter: twitter.com/ACNURBrasil / https://twitter.com/TeamRefugees

– Youtube: www.youtube.com/user/AcnurLasAmericas / www.youtube.com/user/unhcr  

Para mais informações sobre o ACNUR e a participação dos atletas refugiados, favor contatar:

Luiz Fernando Godinho: [email protected]  – (61) 9.8187.0978

Miguel Pachioni: [email protected] – (61) 9.8117.5641