Declaração do Alto Comissário da ONU para Refugiados sobre vencedor do Prêmio Nobel da Paz

Declaração do Alto Comissário da ONU para Refugiados sobre vencedor do Prêmio Nobel da Paz

Genebra, 11 de outubro de 2019 – A entrega do Prêmio Nobel da Paz ao primeiro-ministro etíope Abiy Ahmed é uma enorme comprovação de seus esforços para trazer a paz ao seu país e ao mundo.

A Etiópia é um dos países que mais acolhem refugiados na África, abrigando mais de 700 mil refugiados registrados.

Uma lei histórica para refugiados, elaborada com a ajuda do ACNUR e aprovada em janeiro, permite que eles obtenham permissões de trabalho, acesso à educação primária, obtenham carteira de motorista, registrem nascimentos e casamentos legalmente e abram contas no banco, por exemplo.

A Etiópia tem uma longa história de recepção e acolhimento de refugiados de toda a região há décadas. Ao permitir que os refugiados se integrem melhor à sociedade, o país não apenas se mantém alinhado com a lei internacional de refúgio, como também se torna um modelo para outras nações que acolhem refugiados no mundo todo.

Nós, do ACNUR, temos orgulho de contar com Abiy Ahmed entre os organizadores do próximo Fórum Global de Refugiados, em dezembro.

Nossos sinceros parabéns ao Primeiro Ministro e ao povo da Etiópia e ao Comitê Nobel.