Em uma semana, número de refugiados que chega ao Iraque ultrapassa 7 mil

Este é um resumo do que foi dito pela porta-voz do ACNUR Andrej Mahecic, na coletiva de imprensa de hoje no Palácio das Nações, em Genebra

Mãe e filho refugiado sírio recém-chegados ao campo de Bardarash em Duhok, Iraque © ACNUR / Hossein Fatemi

Uma semana após os primeiros refugiados deixarem o nordeste da Síria rumo ao Iraque, as chegadas ao norte do Iraque continuam. O ACNUR, Agência da ONU para Refugiados, estima que mais de 7,1 mil refugiados chegaram desde segunda-feira passada (14). A maioria deles está abrigada no campo de refugiados de Bardarash, cerca de 140 km a leste da fronteira Iraque-Síria.

A maioria dos refugiados sírios vem de cidades e vilas do nordeste da Síria. Três em cada quatro são mulheres e crianças. Há crianças desacompanhadas entre os recém-chegados. Alguns refugiados, especialmente crianças, precisam de primeiros socorros e apoio psicossocial, pois fogem com medo em meio ao conflito. Alguns testemunharam explosões e bombardeios. Os refugiados com parentes que moram na área podem deixar o acampamento e se juntar a suas famílias.

O ACNUR e os parceiros, juntamente com as autoridades locais, estão fornecendo uma gama de serviços que começam na fronteira. Isso inclui recepção, fornecimento de refeições quentes, transporte para o campo, serviços de registro, abrigo e proteção. As equipes também realizam monitoramento de fronteira, proteção infantil e identificação de crianças desacompanhadas e pessoas com necessidades específicas nos centros de recepção.

O campo de Bardarash conta com rede de água e esgoto e com uma rede elétrica. Essas redes precisam de expansão à medida que mais refugiados chegam ao campo. O campo possui um centro de recepção, um centro de registro e unidades de armazenamento para suprimentos humanitários. O Conselho local de Ajuda e Assuntos Humanitários, parceiro do ACNUR, está encarregado da gestão do campo.

O ACNUR está trabalhando com outras agências em apoio à resposta liderada pelas autoridades locais para prestar assistência e serviços.

Antes das chegadas mais recentes, cerca de 228 mil refugiados sírios encontraram refúgio no Iraque, forçados a deixar suas casas por causa de mais de oito anos de conflito e destruição na Síria.

Para mais informações sobre este assunto, favor contatar: