IZA lança música e campanha global com a participação de pessoas refugiadas

Campanha “Be The One” é lançada pelos artistas IZA e Maejor e conta com o apoio da ONU, ACNUR e de pessoas refugiadas para a promoção da diversidade e dos direitos humanos

Artistas IZA e Maejor posam para foto no set de filmagem do clip “Let me be the one”, gravado em fevereiro, em São Paulo © Foto: Rodolfo Magalhães

São Paulo, 21 de maio de 2020 (ACNUR) – No marco do Dia Mundial para a Diversidade Cultural e para o Diálogo e o Desenvolvimento, a artista brasileira Iza e o rapper norte-americano Maejor lançaram na tarde de hoje (21), às 14h00,  a música “Let me be the one” (Deixe-me ser aquele que faz a diferença, tradução livre). A música integra a campanha Be The One, cujo objetivo é de apoiar as causas humanitárias, com destaque ao tema dos refugiados, e inspirar um movimento global em torno da justiça, segurança e dignidade humana.

A campanha foi criada pela empresa Humanity Lab Foundation em parceria com a Warner Music Brasil, com apoio da ONU Brasil e da Agência da ONU para Refugiados (ACNUR), estando relacionada conceitualmente com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODSs) para aumentar a conscientização sobre os desafios sociais, ambientais e de desenvolvimento.

O clip da música “Let Me Be The One” foi gravado em fevereiro deste ano, antes do isolamento social, com a presença da equipe do ACNUR como forma de orientação técnica sobre a realidade das pessoas refugiadas no Brasil.

“Saímos para jantar antes do clipe e isso ajudou a entender a preocupação que o Maejor tem com essas causas. Fiquei muito animada com essa proposta, principalmente sendo uma campanha da ONU e do ACNUR, com quem eu sempre quis me envolver. Tem tudo a ver comigo e espero que esse projeto consiga tocar muitos corações”, diz Iza.

Quatro pessoas refugiadas foram convidadas e participaram das gravações, compondo os figurantes do clip lançado. Da Síria, participaram os refugiados Abdulbaset Jarour e Nour Koeder; da Venezuela, Charlin; e da República Democrática do Congo, Prudence Kalambay.

“Participar da campanha ‘Be The One’ ao lado da Iza e do Maejor foi uma grata surpresa para minha vida. Admiro muito os trabalhos da Iza e o tema da campanha dialoga diretamente com a realidade das pessoas refugiadas no Brasil. Somos de diferentes países, temos diferentes formações e estamos aqui para somar”, afirma a também artista Prudence, que trabalha com inúmeros projetos culturais em São Paulo.

Para o Representante do ACNUR no Brasil, Jose Egas, a participação das pessoas refugiadas no clip e do tema dos refugiados na campanha reforça o apelo global do ACNUR pela solidariedade à acolhida e integração de refugiados.

“As pessoas refugiadas foram forçadas a abandonar seus países de origem devido a perseguições e guerras. Cabe a cada um de nós propiciar meios de fazer com que as pessoas refugiadas possam prosperar e tenham mecanismos de pôr em prática seus talentos e conhecimentos, contribuindo assim para o desenvolvimento de suas comunidades e do país como um todo”, afirma Egas.

O evento online de lançamento do clip acontecerá na tarde de hoje, às 14h, reunindo os artistas IZA e Maejor, juntamente com o coordenador-residente do Sistema Nações Unidas no Brasil, Niky Fabiancic, e representantes da Warner Music Brasil e Humanity Lab Foundation. O painel de debate será transmitido pelo Youtube, Facebook e Twitter da IZA e no Youtube do Multishow também e terá um pocket acústico de três músicas de cada um dos artistas.

 

Sobre a campanha Be The One:

Em 2015, o mundo concordou com 17 metas ambiciosas para criar um roteiro para um mundo melhor, mais justo, seguro, saudável e próspero. Esses objetivos foram lançados nas Nações Unidas e são chamados de Objetivos do Desenvolvimento Sustentável.

A campanha Be The One, criada pela Humanity Lab Foundation, uma organização sem fins lucrativos sediada nos EUA, e Warner Music Brasil, em parceria com o Escritório de Parcerias das Nações Unidas, é liderada pelos embaixadores da marca, IZA e Maejor, e foi criada para apoiar temas globais, em parceria com o ACNUR, UNESCO e Aliança Mundial YMCA.

 

Sobre o ACNUR

O ACNUR, Agência da ONU para Refugiados, lidera ações internacionais para proteger as pessoas que foram forçadas a deixar suas casas devido à conflitos e perseguições. O ACNUR trabalha para salvar vidas, provendo abrigos, alimentos e mecanismos para garantir seus direitos fundamentais. Para isso, o ACNUR desenvolve soluções que garantem às pessoas refugiadas meios onde possam construir um futuro digno e autossuficiente. Também trabalhamos para garantir que as pessoas apátridas tenham uma nacionalidade.