América Latina e Caribe se reúnem em Buenos Aires para avaliar progressos e desafios sobre asilo de qualidade e apatridia

Representantes de 15 países da América Latina e Caribe, organismos internacionais e sociedade civil participaram em um encontro de avaliação trienal do Plano de Ação do Brasil a respeito das bases para asilo de qualidade e apatridia.

BUENOS AIRES, Argentina, 6 de novembro de 2017 – O Ministério das Relações Exteriores e Culto da República Argentina e o ACNUR, a Agência da ONU para Refugiados, organizaram a I Reunião Regional como parte da avaliação trienal do Plano de Ação do Brasil de 2014, focando-se na implementação dos programas de asilo de qualidade às pessoas refugiados e à erradicação da apatridia. 

O Plano de Ação brasileiro constitui as diretrizes acordadas em dezembro de 2014 pelos Estados da América Latina e do Caribe a fim de responder aos novos desafios de proteção internacional e na busca de soluções às pessoas refugiadas, solicitantes de refúgio, deslocadas e apátridas na América Latina e no Caribe pelos próximos 10 anos.