Solicitantes de refúgio

Onde os indivíduos buscam refúgio?

Em 2016, a Alemanha recebeu 722.400 novas solicitações de refúgio, o maior número registrado no mundo. Essa tendência crescente começou há nove anos, mas os recentes aumentos foram significativos (441.900 em 2015 e 173.100 em 2014). Cerca de um terço dessas solicitações eram de sírios, mais de seis vezes o número recebido em 2014. As solicitações do Afeganistão também aumentaram e um número significativo de novos pedidos de refúgio veio do Iraque, Irã, Eritreia, Albânia e Paquistão.

Os Estados Unidos foram o segundo maior país receptor de solicitações de refúgio e registrou 262.000 pedidos, o dobro do número recebido em 2014. Cerca de metade dos pedidos de refúgio para os EUA vieram da América Central, especialmente do México e de El Salvador. Em geral, o número de pessoas forçadas a fugir da violência na América Central aumentou para níveis não vistos desde os conflitos armados da década de 1980.

A Itália, terceiro maior receptor de solicitações de refúgio, experienciou um aumento acentuado e registrou 123.000 novos pedidos. Os países de origem daqueles que buscam segurança na Itália permaneceram estáveis ​​- Nigéria, Paquistão, Gâmbia, Senegal, Costa do Marfim e Eritreia.

Os sírios constituíram a maioria das pessoas que procuram segurança na Turquia. No entanto, 78.600 novos pedidos de refúgio de não-sírios foram apresentados em 2016, muitos de pessoas vindas do Afeganistão, Iraque e Irã. Isso fez da Turquia o terceiro maior destinatário de novas solicitações de refúgio.

As origens daqueles que buscam refúgio na França mudaram muito nos últimos anos. Em 2016, novos solicitantes vieram da Albânia, Sudão, Afeganistão, Síria, Haiti e República Democrática do Congo.

A Grécia foi o sexto maior destinatário de novas solicitações individuais de refúgio, com um aumento de quatro vezes no número de pedidos a partir de 2015, mais da metade vinda dos sírios. A Áustria, a África do Sul e o Reino Unido também receberam um número substancial de solicitações de refúgio em 2016, mas registraram declínio em relação aos números de 2015.

Dos 208.100 novos pedidos de refúgio feitos nos escritórios do ACNUR, a maioria foi recebido pela Turquia, seguido por Egito, Malásia, Jordânia e Síria.

 

Quais países acolhem o maior número de solicitantes de refúgio?

A maior população de solicitantes de refúgio vive na Alemanha (587.400 pedidos pendentes). Apesar da Alemanha ter tomado mais decisões do que qualquer outro país, o processamento rápido do enorme volume de solicitações tem sido incapaz de manter-se.

O número de solicitantes de refúgio nos Estados Unidos também aumentou. A Turquia também tem uma população significativa de solicitantes de refúgio, mesmo desconsiderando os candidatos da Síria. Outros países com populações significativas de solicitantes de refúgio incluem África do Sul, Suécia, Áustria, França e Malásia.